Início » Carreira » Mercado de Trabalho » Perfil Profissional – O que isso quer dizer?

Perfil Profissional – O que isso quer dizer?

O currículo é o primeiro contato entre o candidato a vaga e o recrutador, por isso ele precisa ser escrito com informações estratégicas. Lembre-se de que esse documento precisa convencer o responsável pela vaga, que você tem o perfil ideal para o cargo em aberto. Dentre as principais informações que devem constar no CV temos o perfil profissional.

Ele é muito importante, pois apresenta o resumo da carreira do candidato. Esse campo precisa conter informações relevantes e, ao mesmo tempo, concisas para aumentar as suas chances de aprovação no processo de triagem. Se você não sabe como criar o seu perfil, continue a leitura e confira!

O que é perfil profissional?

O perfil profissional é o resumo da trajetória de carreira do candidato, ou seja, ele é uma apresentação das qualificações e das experiências adquiridas durante a sua vida acadêmica e laboral. Esse campo do currículo fica localizado antes das experiências profissionais. Portanto, ele é uma espécie de introdução do currículo que serve para apresentar o candidato ao recrutador.

É importante lembrar que o perfil não pode ser redundante, ou seja, não deve repetir as informações que serão apresentadas nos outros campos do CV. Por isso, faça uma apresentação das suas principais habilidades e realizações no trabalho de maneira resumida. E deixe para colocar os detalhes das suas experiências profissionais e da sua formação acadêmica nos seus respectivos campos dentro do layout do currículo.

Lembre-se de que o perfil profissional deve mostrar para o recrutador que você é o candidato ideal para aquela vaga que está em aberto. Por isso, elabore o seu perfil com muita criatividade. Bem como distribua as informações de uma maneira que destaque as suas principais características profissionais. Assim, você aumenta as suas chances de participar das próximas etapas do processo seletivo.

Como redigir o perfil profissional?

O seu perfil profissional deve ser curto, objetivo e coerente, por isso escolha com cuidado as informações que vão compor esse campo. Lembre-se de que ele deve ser escrito com base no anúncio da vaga. Assim, é possível utilizar palavras-chave que ajudem o recrutador a verificar com mais facilidade que você se encaixa no perfil do cargo.

O conteúdo do perfil pode ser escrito em formato de texto (um parágrafo) ou de tópicos, por isso escolha a melhor opção de acordo com a estrutura do seu currículo. Em seguida, você deve preenchê-lo com os conhecimentos, as habilidades, as experiências e as competências comportamentais que podem destacar o seu perfil diante dos demais candidatos.

Essas informações devem ser descritas de acordo com as atividades desempenhadas nos seus últimos cargos. Bem como você precisa enfatizar os resultados conquistados para a empresa por meio delas. Além disso, é essencial inserir neste campo os reconhecimentos, prêmios e promoções que você obteve durante a sua vida laboral.

Outra informação que deve constar no perfil é a disponibilidade de horário, viagens e mudanças. Veja a seguir um exemplo de perfil profissional em formato de texto:

“Graduado em Gestão de Recursos Humanos com mais de 8 anos de experiência na área atuando em empresas de médio e grande porte. Nesse período, fui responsável por mais de 5000 processos de recrutamento e seleção, no qual obtive bons resultados de retorno sobre o investimento dos processos. Tenho amplo conhecimento em softwares de captação e triagem de currículos, assim como disponibilidade para viajar, caso seja necessário.”

perfil-profissional-o-que-e

O que evitar no perfil profissional?

É importante saber o que não colocar no perfil profissional, já que isso pode fazer a diferença no momento da triagem do seu currículo. A primeira dica é evitar o uso de adjetivos, clichês e jargões, como dizer que você é uma pessoa comunicativa. Esse tipo de informação é muito genérica e subjetiva, bem como não valoriza o seu CV.

Também é essencial manter o foco, por isso o perfil deve estar alinhado com o anúncio da vaga. Outra dica importante, é não mentir, pois no momento da entrevista as mentiras serão facilmente descobertas e você perderá a chance de concorrer pela vaga. Além disso, esse comportamento é muito negativo para a sua imagem profissional.

O excesso e a falta de informações também podem impactar na análise do seu perfil. Por isso, escolha apenas aquelas que são mais relevantes para compor esse campo do currículo. Bem como não esqueça de inserir a disponibilidade de horário ou viagem. Dependendo do cargo essas informações são essenciais para você continuar no processo seletivo.

Agora você já sabe como escrever o seu perfil profissional, não é verdade? Diante disso, não perca tempo! Coloque esse conhecimento em prática, elabore a sua apresentação e atualize o seu currículo. Assim, você terá mais chances de conquistar a vaga que tanto deseja.

Gostou dessas dicas para elaborar o seu perfil profissional? Então, não deixe de conferir o nosso post sobre 7 dicas para ter o seu currículo completo.

Comente