Início » Programas do Governo » Jovem Aprendiz » Jovem Aprendiz: Até qual idade você pode ser um Jovem Aprendiz?

Jovem Aprendiz: Até qual idade você pode ser um Jovem Aprendiz?

jovem-aprendiz-idade

Se você está procurando emprego, mas não consegue devido a falta de experiência. Que tal ingressar nas empresas por meio do programa Jovem Aprendiz? Assim, você tem a possibilidade de aprender e, ao mesmo tempo, adquirir a experiência necessária para iniciar uma carreira de sucesso no mercado de trabalho.

Pensando na importância deste tema, neste texto separamos as principais informações sobre o programa para que você possa conhecê-lo. Continue a leitura e saiba mais!

O que é Jovem Aprendiz?

O programa Jovem Aprendiz foi regulamentado pela Lei da Aprendizagem (Lei nº 10.097/2000), que é um incentivo do governo federal para que os jovens consigam o seu primeiro emprego. É importante mencionar que ao mesmo tempo que trabalham, eles aprendem a parte teórica do ofício por meio de um curso profissionalizante.

Ainda, de acordo com a Lei da Aprendizagem, empresas de médio e grande porte são obrigadas a contratar por meio do programa Jovem Aprendiz. Nesse caso, a cota de contratação pode variar entre 5% a 10% do quadro de funcionários da empresa.

Quem pode participar do Jovem Aprendiz?

Se você pretende participar do programa Jovem Aprendiz, precisa ficar atento aos pré-requisitos. Dentre eles o jovem deve ter idade entre 14 e 24 anos, exceto no caso de pessoas com deficiência, nesse caso, não existe limite de idade. 

Também é necessário que o candidato a vaga esteja matriculado em uma instituição de ensino, já que ele está em idade escolar. A frequência na escola também é um requisito muito importante para a sua permanência no programa.

Assim como ele precisa estar inscrito em curso profissionalizante fornecido por entidades associadas à Lei da Aprendizagem. Dessa forma, fica garantido que ele obterá a parte teórica da preparação profissional.

Vale destacar que caso o jovem já tenha finalizado o Ensino Médio e esteja dentro da faixa etária do programa, ele também pode concorrer às vagas de Jovem Aprendiz.

Quais são os direitos do Jovem Aprendiz?

O contrato de aprendizagem entre a empresa e o jovem tem duração máxima de dois anos. Esse contrato não pode ser prorrogado, mas nada impede que a empresa contrate o jovem após finalizar o programa. Nesse período, ele tem todos os direitos e deveres de um trabalhador normal.

Exceto em relação a carga horária que não pode ultrapassar 6 horas diárias para aqueles que ainda estão frequentando a escola. O Jovem Aprendiz também não pode fazer trabalho noturno ou horas extras. Bem como não deve ocupar funções que apresentem insalubridade ou periculosidade, por isso a maioria deles trabalham em cargos administrativos.

Além disso, dos cinco dias de trabalho semanais, um deles é destinado para o curso profissionalizante. Lembre-se de que o objetivo do programa é que o jovem tenha tanto a parte prática quanto a teórica da profissão.

Vale destacar também que ele tem direito a salário, as férias e ao 13º salário. Bem como tem acesso aos benefícios obrigatórios e espontâneos oferecidos pela empresa e aos benefícios previdenciários, como auxílio-doença.

Como participar do programa Jovem Aprendiz?

O primeiro passo para participar do programa Jovem Aprendiz é atender aos pré-requisitos mencionados anteriormente. Você também deve elaborar o seu currículo de maneira estratégica para chamar a atenção do recrutador da empresa. Em seguida, você precisa encontrar as oportunidades de emprego vinculadas ao programa.

Nesse caso, você pode se matricular em cursos profissionalizantes de instituições de ensino vinculadas ao programa, que, por sua vez, podem encaminhá-lo para as vagas disponíveis nas empresas parceiras. Outra forma de ingressar no programa é por meio das vagas disponibilizadas diretamente nos sites das organizações.

Ou, ainda, tem a possibilidade de verificar as vagas em sites e agências de emprego. Normalmente, essas oportunidades são divulgadas anualmente ou semestralmente, mas isso vai depender das políticas das empresas. Então, é importante ficar atento para não perdê-las. 

Depois que você envia o currículo, acontece o processo de triagem. Caso você seja selecionado, pode participar de diversas etapas que podem incluir entrevistas, testes psicológicos, dinâmicas de grupo, entre outros. No final você saberá se foi aprovado ou não no processo seletivo do programa.

Agora, você já sabe como funciona o Jovem Aprendiz, não é verdade? Se você atende aos pré-requisitos para participar do programa e está procurando sua primeira oportunidade de emprego. Não perca tempo! Prepare seu currículo e envie-o para as vagas disponíveis na sua cidade.

Gostou de conhecer o programa Jovem Aprendiz? Então, continue acompanhando o nosso blog para conferir outros textos como este.

Comente